Psicologia & Alimentação

Psicologia & Alimentação

Somos o que comemos. A correlação entre a psicologia e a alimentação oferece-nos um insight que pode franquear o acesso à causa e sentido do comportamento humano.

A chave secreta brilha entre a despensa e os armários, os tachos, as frigideiras e o fogão. Tão ali à nossa mão. A pedir consciência, a oferecer liberdade, a empoderar todo o nosso potencial humano.

 

A psicologia concentra-se no estudo e análise do comportamento humano, as suas interações com o meio ambiente, físicas, mentais e emocionais. Sensações, emoções, pensamentos, perceções são fenómenos analisados e observados a fim de compreender motivações e ações.

Existe todo um rol de fenómenos psíquicos extraordinários e altamente motivadores do nosso comportamento, ora estudados à lupa da ciência, que procura a sua causa, ora à luz da filosofia, que busca o seu sentido.

 

 

Psicologia & Alimentação | The Minimal Magazine

 

 

Enquanto psicóloga tenho o privilégio de poder observar as diferenças existentes no comportamento e motivações de cada um, relacionando-as com as respetivas escolhas alimentares.

 

 

 

É incrível como a relação entre alimentação e emoções pode ser tão direta.

 

 

 

Quando comemos limpo, viver, pensar e sentir torna-se, também, mais limpo e harmonioso. Os sentidos apuram-se, as emoções e afetos são mais estáveis e conectados.

Simplificamos a relação com nós mesmos.

 

Sem alimento não existimos. Tudo o que comemos resulta no nosso sangue, responsável por nutrir as células, órgãos, cérebro, todo o nosso corpo.

Saber isto, exige discernimento no momento da escolha. O propósito é garantir os melhores nutrientes para o desenvolvimento e bom funcionamento do organismo. E para saber distinguir é preciso conhecer.

 

 

Psicologia & Alimentação | The Minimal Magazine

 

 

As escolhas alimentares são profundamente condicionadas pelo tipo de produção de determinado país e, sobretudo, pelos processos de industrialização e expansão do comércio.

A tendência actual daí resultante – consumo de produtos refinados, açúcares simples, gorduras saturadas, laticínios e proteína animal em excesso – tem-se refletido diretamente na deterioração da nossa saúde física, mental, emocional e, também, espiritual.

 

 

 

É fundamental o compromisso com a responsabilidade pessoal.

 

 

 

Obter informação de qualidade, ganhar consciência e, assim, determinar as nossas escolhas. Podemos, através da alimentação, transformar os nossos sentimentos, o nosso poder de viver e pensar, as nossas relações, a nossa ligação com o planeta.

 

Escolhamos alimentos locais e sazonais, respeitando as raízes e os ciclos da Natureza.

Assim se restabelecerá a nossa saúde e harmonia entre mente, corpo, emoção e espírito. Assim se respeitará a relação com a Mãe-Terra.

 

Acredito que o futuro da Humanidade passa pela alimentação.

85
ESCOLHA
90
SAÚDE
100
HARMONIA
Eunice Van Uden - The Minimal Magazine AuthorEunice Van Uden - The Minimal Magazine
TAGS:

Stay
connected

You’re less likely to catch a cold and
your brain will get sharper! ;)

Iniciar sessão

Looking
for Inspiration?

Get all the exclusive news, stories,
tips and happenings in your inbox!

By signing up, you agree to receive our
newsletter and accept our web terms of use
and privacy and cookie policy.

YOUR CHOICES